Shop Mobile More Submit  Join Login
About Deviant Member Gabriel DiasMale/Unknown Recent Activity
Deviant for 1 Year
Needs Premium Membership
Statistics 84 Deviations 768 Comments 5,809 Pageviews

Newest Deviations

Activity


A seguir você vai ler o primeiro capítulo de uma história que eu estava escrevendo, talvez algum dia eu continue ela:

Cap.01 - APENAS O COMEÇO

Grande reinos da Ilha de Trook estavam em guerra. Milhares de pessoas morriam todos os dias, algumas com espadadas no meio de seu peito, outras simplesmente decapitadas por causa da brilhante e fina lamina das espadas que os guerreiros usavam.

                O reino mais poderoso da ilha de Trook era o reino de Heathyque dominava praticamente tudo, nenhum guerreiro tinha coragem de passar pela guarda do Rei Pratick Scottque comandava aquele reino.

                Numa fazenda perto de uma cidade chamada Fhilled, vive uma família de 4 pessoas. O pai chamado Joey Ross, protegia sua esposa Layla Ross, sua filha Leonor Ewan, e claro, seu filho, Isaac Ross. Os três dentro de sua humilde casa, naquela época, Isaac tinha doze  anos, Leonor nove, e sua mãe Layla tinha vinte e oito.

                Joey estava com mais 5 homens, todos armados com enxadas e machados, isso é tudo que eles tinham naquele momento. Joey sabia que tinha uma probabilidade muito grande de morrer, mas ele prometeu para Layla, sua adorada esposa, que iria proteger ela e seus filhos até a morte, mesmo que tenha de ir para o inferno por causa de seus pecados cruéis.

                O exercito do reino do Rei Pratick Scott estava se aproximando. A testa de Joey tava tão suada que estava deixando sua franja mal feita e meio úmida, a cada passo que o exercito dava, ele botava mais força em seu machado, já o seu amigo que estava no seu lado direito com uma enxada, estava tremendo, e quase defecando de medo.

                Joey olhou para sua humilde casa que estava atrás dele, uma casa de pedras e com telhado de madeira – era muito raro uma casa não ter uma chaminé naquela época - viu sua esposa pela janela, sabia que não teria como escapar, sabia que todos iriam morrer alguns da forma mais macabra possível.

                - Layla! - gritou Joey - Saiba que cada minuto que eu passei ao teu lado, foi tão maravilhoso, que eu poderei sair do inferno para matar todos que encostarem-se a você!

                Nessa mesma hora, Layla olha para seus dois filhos que estão com ela dentro da casa e seus olhos começam a lagrimejar, parecia que toda sua vida tinha passado diante de seus olhos.

                Isaac estava imóvel, pensando nos momentos felizes que tinha passado com sua família, também se lembrou das lições de seu pai lhe ensinava. E então, ficou sentado no canto da casa, do lado de um armário velho, ele olhou bem para o armário, e se lembrou de quando brincava de esconde-esconde com seu pai, e que o armário era seu melhor esconderijo, então, sem pensar duas vezes, ele entrou dentro dele.

                - Isso não vai adiantar nada! - Gritou Layla quando viu Isaac se escondendo no armário.

                Isaac ignorou completamente o grito de sua mãe, e depois de um intervalo de pouco tempo, Leonor entrou também.

                Então Layla olha para fora da janela de novo e vê seu marido, e outros 5 homens se preparando para se defender.

                A derrota estava certa, o exercito chegou, e mataram os cinco homens - todos morreram tentando defender a casa, mas tudo foi em vão - e por último, seu marido. O guerreiro pulou encima dele, e então, Layla viu o rosto de seu marido sendo deformado pela espada do guerreiro.

                Depois de fazer a “limpa” no local, um homem do exercito que tinha acabado de atacar olha para a janela, e Layla, por algum motivo não se escondeu antes que ele olhasse.

                - Tem uma mulher lá dentro! - Gritou um homem que fazia parte do exercito.

                Layla tentou se esconder, mas já era tarde demais…

                Isaac viu quando o exercito entrou em sua casa, viu tudo com a porta do armário um pouco aberta.

                - Me largue seu vagabundo! - gritou Layla.

                - Cale-se vadia! É agora que tu terás teu fim! - gritou o guerreiro.

                Isaac viu sua mãe, sendo estrupada e depois decepada pelos guerreiros.

                Quando os guerreiros saíram, Isaac saiu do armário aonde estava escondido, ele e Leonor sujaram seus pés de sangue, e então os dois fugiram imediatamente pela pequena janela do banheiro, e então começaram a correr para a floresta.

Mais no Tumblr: ogabrieldias.tumblr.com/tagged…

Queria escrever mais, sabe?

Sabe quando você quer muito fazer algo, mas quando vai fazer não sabe como começa? Ou então quando começa, não sabe como continua.

Esse sou eu tentando escrever algo.

Não sei o que eu escrevo agora…

Tchau.

A seguir você vai ler o primeiro capítulo de uma história que eu estava escrevendo, talvez algum dia eu continue ela:

Cap.01 - APENAS O COMEÇO

Grande reinos da Ilha de Trook estavam em guerra. Milhares de pessoas morriam todos os dias, algumas com espadadas no meio de seu peito, outras simplesmente decapitadas por causa da brilhante e fina lamina das espadas que os guerreiros usavam.

                O reino mais poderoso da ilha de Trook era o reino de Heathyque dominava praticamente tudo, nenhum guerreiro tinha coragem de passar pela guarda do Rei Pratick Scottque comandava aquele reino.

                Numa fazenda perto de uma cidade chamada Fhilled, vive uma família de 4 pessoas. O pai chamado Joey Ross, protegia sua esposa Layla Ross, sua filha Leonor Ewan, e claro, seu filho, Isaac Ross. Os três dentro de sua humilde casa, naquela época, Isaac tinha doze  anos, Leonor nove, e sua mãe Layla tinha vinte e oito.

                Joey estava com mais 5 homens, todos armados com enxadas e machados, isso é tudo que eles tinham naquele momento. Joey sabia que tinha uma probabilidade muito grande de morrer, mas ele prometeu para Layla, sua adorada esposa, que iria proteger ela e seus filhos até a morte, mesmo que tenha de ir para o inferno por causa de seus pecados cruéis.

                O exercito do reino do Rei Pratick Scott estava se aproximando. A testa de Joey tava tão suada que estava deixando sua franja mal feita e meio úmida, a cada passo que o exercito dava, ele botava mais força em seu machado, já o seu amigo que estava no seu lado direito com uma enxada, estava tremendo, e quase defecando de medo.

                Joey olhou para sua humilde casa que estava atrás dele, uma casa de pedras e com telhado de madeira – era muito raro uma casa não ter uma chaminé naquela época - viu sua esposa pela janela, sabia que não teria como escapar, sabia que todos iriam morrer alguns da forma mais macabra possível.

                - Layla! - gritou Joey - Saiba que cada minuto que eu passei ao teu lado, foi tão maravilhoso, que eu poderei sair do inferno para matar todos que encostarem-se a você!

                Nessa mesma hora, Layla olha para seus dois filhos que estão com ela dentro da casa e seus olhos começam a lagrimejar, parecia que toda sua vida tinha passado diante de seus olhos.

                Isaac estava imóvel, pensando nos momentos felizes que tinha passado com sua família, também se lembrou das lições de seu pai lhe ensinava. E então, ficou sentado no canto da casa, do lado de um armário velho, ele olhou bem para o armário, e se lembrou de quando brincava de esconde-esconde com seu pai, e que o armário era seu melhor esconderijo, então, sem pensar duas vezes, ele entrou dentro dele.

                - Isso não vai adiantar nada! - Gritou Layla quando viu Isaac se escondendo no armário.

                Isaac ignorou completamente o grito de sua mãe, e depois de um intervalo de pouco tempo, Leonor entrou também.

                Então Layla olha para fora da janela de novo e vê seu marido, e outros 5 homens se preparando para se defender.

                A derrota estava certa, o exercito chegou, e mataram os cinco homens - todos morreram tentando defender a casa, mas tudo foi em vão - e por último, seu marido. O guerreiro pulou encima dele, e então, Layla viu o rosto de seu marido sendo deformado pela espada do guerreiro.

                Depois de fazer a “limpa” no local, um homem do exercito que tinha acabado de atacar olha para a janela, e Layla, por algum motivo não se escondeu antes que ele olhasse.

                - Tem uma mulher lá dentro! - Gritou um homem que fazia parte do exercito.

                Layla tentou se esconder, mas já era tarde demais…

                Isaac viu quando o exercito entrou em sua casa, viu tudo com a porta do armário um pouco aberta.

                - Me largue seu vagabundo! - gritou Layla.

                - Cale-se vadia! É agora que tu terás teu fim! - gritou o guerreiro.

                Isaac viu sua mãe, sendo estrupada e depois decepada pelos guerreiros.

                Quando os guerreiros saíram, Isaac saiu do armário aonde estava escondido, ele e Leonor sujaram seus pés de sangue, e então os dois fugiram imediatamente pela pequena janela do banheiro, e então começaram a correr para a floresta.

Mais no Tumblr: ogabrieldias.tumblr.com/tagged…

Queria escrever mais, sabe?

Sabe quando você quer muito fazer algo, mas quando vai fazer não sabe como começa? Ou então quando começa, não sabe como continua.

Esse sou eu tentando escrever algo.

Não sei o que eu escrevo agora…

Tchau.

   Hoje, dia 19 de dezembro de 2013, andei relembrando o passado, mais especificamente na pré-escola, e olha só, já faz uma década que isso aconteceu e esse acontecimento escroto ainda não saiu da minha cabeça.

   Qual garoto nunca teve uma namoradinha quando pequeno? Você pode ser tão fodido quanto eu, não literalmente, mas com certeza já teve. Ainda mais quando elas não tem um senso crítico de beleza muito bem adaptado.

   Eu até tentei achar uma imagem para combinar com este post, mas não achei um em que uma menina faz uma coisa tão nojenta quando eu vou contar a seguir.

   Lá estava eu, com uns 5 anos mais ou menos sei lá, e eu me lembro de estar fazendo uma lição, que era só para colorir um labirinto - que nem era direito um labirinto, já que só tinha um único caminho -  aonde tinha uma vaquinha e você tinha que levar ela para o pasto, como se não tivesse mais nada ao redor dela, só concreto.

   Minha namoradinha, na qual não me lembro e nem quero me lembrar do nome da criatura(que sempre vivida dando umas fungadas, tipo aqueles obesos dormindo) estava na minha frente, tanto colorindo o tal “labirinto”.

   Não sei como, mas eu acho que ela tinha um depósito de… de… como eu posso chamar o catarro de uma forma mais sutil? Bom… talvez chame de “catota”. Mas como essa é uma história de drama e suspense na qual renderia um filme de Bollyhood, vou chamar de catarro mesmo.

   E foi então que deus deve ter olhado para mim e disse “ó meu filho, vou lhe foder agora”, e neste exato momento, todo o depósito de catarro que deveria estar nela que já devia ter saído há uma semana, se encontro com a minha folha, e bem encima da coitada da vaquinha, que só estava querendo chegar na bosta do pasto.

   Oque era aquilo? Será que sairia um alien do peito dela?

   Só isso que me lembro.

   E esse foi o dia em que eu fiquei dramatizado.

   Anos depois, em 2010, eu encontrei ela de novo, a única coisa que me vinha na cabeça essa isso, e também ela virando um Godzilla  de catarro radioativo e quando os jatos e helicópteros chegasses perto ela soltava uma gosma e derretia eles, enfim.

   Só queria compartilhar isso com a internet, tchau.

  Via: ogabrieldias.tumblr.com/post/7…

deviantID

GabrielDiasPortfolio's Profile Picture
GabrielDiasPortfolio
Gabriel Dias
Twitter: twitter.com/0gabrieldias

*Todas as artes que eu usei como estudo são de direito de seus respectivos proprietários!
------------------------------------------------------------------------------------------------------
*All arts that I used as the study of law are of their respective owners!

AdCast - Ads from the Community

×

Comments


Add a Comment:
 
:iconlucasmichelotto:
LucasMichelotto Featured By Owner Sep 20, 2014  Hobbyist General Artist
OIR
Reply
(1 Reply)
:iconmichaelodomart:
MichaelOdomArt Featured By Owner Jun 29, 2014
Thanks for the :+fav: Gabriel and don't forget to check out my comic at Holiday-Wars.com www.deviantart.com/users/outgo…
Reply
:icondeemelino:
DeeMelino Featured By Owner Jun 21, 2014
Thanks for faving my work!! ^^
Reply
:iconspongefox:
spongefox Featured By Owner Jun 4, 2014  Hobbyist Artist
Thanks for faving.
Reply
:iconzelma1:
Zelma1 Featured By Owner Jan 7, 2014
thanks for the fave on zelma1.deviantart.com/art/Rila… :)
Reply
Add a Comment: